A morfossintaxe de compostos X-V em inglês

Ana Paula Scher

Resumo


Esse artigo analisa as formas compostas do tipo de X-V do inglês,

buscando explicitar o processo pelo qual essas formas são derivadas.

Parte-se da hipótese de que a faculdade da linguagem disponibiliza

apenas um componente computacional e esse componente é a Sintaxe,

que será responsável por manipular traços abstratos, por meio das

operações de Merge e Move, para a formação de estruturas hierárquicas.

Esse mecanismo gerativo é capaz de derivar esses compostos X-V através

de processos concatenativos de formação de palavras, eliminando a

necessidade de se postular um processo de derivação regressiva para

dar conta dessas formações.

 


Palavras-chave


Compostos X-V; Derivação regressiva; Morfologia Distribuída

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Revista Delta-Documentação e Estudos em Linguística Teórica e Aplicada ISSN 1678-460X