Reflexões teóricas sobre a aula de língua estrangeira: organizando materiais, analisando contextos, definindo percursos

Cibele Cecilio de Faria Rozenfeld, Nelson Viana

Resumo


O planejamento de aulas de línguas estrangeiras constitui processo complexo, que merece atenção especial do professor, por exigir importantes reflexões de natureza teórica em relação a elementos subjacentes e a decisões sobre ações pedagógicas. Neste trabalho, abordamos tais elementos e apresentamos uma proposta de representação da constituição da aula. Para tanto, nos apoiamos teoricamente em autores que versam sobre planejamento de cursos (Barbirato e Silva, 2018), de aulas (Rozenfeld e Viana, 2006 e Almeida Filho, 1993/2008; 2012), sobre Letramento Crítico (Cope; Kalantzis, 2000) e Multiletramentos (Rojo e Moura, 2012). Assim, o objetivo deste trabalho é apresentar reflexões teóricas acerca de conceitos pertinentes para a prática de ensino de língua estrangeira e de propor uma estrutura de aula, visando contribuir para ações docentes, tanto de professores de línguas em formação inicial quanto continuada.


Palavras-chave


ensino de línguas estrangeiras; planejamento de aulas; multiletramentos, letramento crítico

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Revista Delta-Documentação e Estudos em Linguística Teórica e Aplicada ISSN 1678-460X