Aplicativos para dispositivos móveis: uma potencial ferramenta para médicos e alunos?

Isabella Pagetti de Oliveira, Suzana Guimarães Moraes

Resumo


Introdução: Ao utilizarem aplicativos em dispositivos móveis, alunos e profissionais da área da saúde podem ter acesso rápido às informações médicas. Questiona-se o quanto tais informações possuem embasamento científico e se tais inovações tecnológicas contribuem, substituem ou prejudicam o exercício da medicina; Objetivo: O objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade dos aplicativos desenvolvidos para a área da saúde; Metodologia: Por meio de um questionário impresso, que aborda questões relacionadas ao uso de smartphones e dos aplicativos da área médica contidos nestes dispositivos, foram entrevistados internos, residentes e docentes da FCMS-PUC-SP, campus Sorocaba. Além disso, os cinco aplicativos mais citados pelos entrevistados foram avaliados qualitativamente por profissionais de diversas áreas médicas e os dados comparados às informações fornecidas pelos seus desenvolvedores; Resultados: Verificou-se que a maioria dos participantes possui um smartphone e utiliza aplicativos da área médica diariamente, principalmente com finalidades diagnósticas e de tratamento. Notou-se uma correlação positiva entre a avaliação dos especialistas e o que é proposto pela empresa que desenvolve os aplicativos; Conclusões: Muitos médicos vêem grande potencial na utilização destas tecnologias na prática médica, que tendem a trazer benefícios aos médicos e, também, aos pacientes.


Palavras-chave


Aplicativos, dispositivos moveis, telemedicina

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



Apoio: ..............................................................................................................................................

  



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.