Avaliação de um programa de capacitação de agentes comunitários de saúde

Luiz Kleber Marconi Luz, Gisele Regina de Azevedo

Resumo


Introdução: os processos de educação continuada que utilizam métodos ativos de aprendizagem necessitam de processos avaliativos coerentes para um novo perfil profissional. Objetivos: este estudo quali-quantitativo teve como objetivo geral capacitar e avaliar os agentes comunitários de saúde para auxiliar na condução do Programa de Educação em Saúde Bucal e, como objetivos específicos, analisar, utilizando uma metodologia de análise quantitativa, os resultados obtidos na ação dos agentes comunitários de saúde, capacitados no Programa de Educação em Saúde Bucal. Método: baseado nos níveis de avaliação da Pirâmide de Miller foi realizada a capacitação dos oito agentes comunitários de saúde. Nas ações práticas utilizou-se o escore do Índice de Placa Visual de Turesky, que possibilitou a obtenção de dados quantitativos antes e depois da ação realizada pelos agentes comunitários de saúde. Participaram do projeto 413 alunos que representaram a totalidade dos alunos matriculados nas unidades escolares municipais e estaduais, na faixa etária de 6 a 19 anos. Posteriormente foi aplicado aos agentes comunitários de saúde um questionário semiestruturado, com um roteiro de entrevista pré-estabelecido. Resultados: pode-se observar através da evidenciação da placa bacteriana antes e após e orientação e escovação supervisionada pelos agentes comunitários de saúde que os alunos apropriaram-se do ensinamento proposto, resultando em considerável melhora na escovação e redução das placas bacterianas e, consequentemente, prevenção e promoção em saúde bucal. O projeto também proporcionou aos agentes comunitários o desenvolvimento profissional com mudanças na visão e nos processos de trabalho, permitindo, ainda, maior integração com a equipe de saúde bucal, tornando- os agentes de educação em saúde.


Palavras-chave


educação em saúde; saúde bucal; agente comunitário de saúde

Texto completo:

PDF

Referências


Santana ML, Carmagnani MI. Programa de saúde da família no Brasil: um enfoque sobre os pressupostos básicos, operacionalização e vantagens. Saúde Soc. 2001;10(1):33-53.

Brasil. Ministério da Saúde. Fundação Nacional de Saúde. Programa saúde da família: saúde dentro de casa. Brasília: Ministério da Saúde; 1994.

Costa ICC, Albuquerque AJ. Educação em saúde. In: Oliveira AG, Albuquerque AJ, Rego DM, Silva EM, Souza ECF, Costa ICC, et al. Odontologia preventiva e social: textos selecionados. Natal: EDUFRN; 1997. p. 233-50.

Brasil. Ministério da Saúde. Plano de reorganização da saúde bucal na atenção básica. Brasília: Secretaria de Políticas de Saúde; Departamento de Atenção Básica; 2001.

Lakatus EM; Marconi MA. Técnicas de pesquisa, planejamento e execução de pesquisas, elaboração: análise e interpretação de dados. 4ª ed. São Paulo: Atlas; 1985.

Turesky S, Gilmore ND, Glickman I. Reduced plaque formation by the chloromethyl analogue of vitamine C. J Periodontol. 1970;41:41.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



Apoio: ..............................................................................................................................................

  



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.