Sangramento intracraniano em paciente hemofílico

Maria Carolina Pereira da Rocha, Luiza Perna Toledo de Abreu, Maysa Nahime

Resumo


Introdução: A hemofilia é uma coagulopatia congênita ou adquirida na qual há deficiência de fatores VIII (Hemofilia A) e IX (Hemofilia B). A doença não tem cura e é classificada em leve, moderada ou grave conforme o grau de atividade coagulante do fator deficiente. O quadro clínico clássico é a presença e hematomas e hemartroses, mas também pode haver hematúria, hemorragia de rinofaringe ou língua, epistaxe, melena, hematêmese, sangramentos abdominais, torácicos e no sistema nervoso central. Objetivos: Relatar um caso de hemorragia intracraniana em um paciente portador de hemofilia A e comparar com os dados da literatura. Metodologia: As informações foram obtidas por meio de revisão do prontuário e acompanhamento da evolução do paciente, entrevista com o acompanhante do paciente e revisão da literatura. Relato do Caso: Paciente de 20 meses, portador de hemofilia A moderada, é levado ao Pronto Atendimento com queixa de irritabilidade, sonolência e náuseas há 3 dias. É encaminhado ao Conjunto Hospitalar de Sorocaba por suspeita de sangramento intracraniano. Conclusão: O diagnóstico de hemorragia intracraniana em pacientes hemofílicos deve ser questionado sempre que há alterações do estado de consciência ou do estado neurológico normal, mesmo que discretas. As medidas apropriadas aumentam as chances de bom prognóstico e ausência de sequelas neurológicas.

Palavras-chave


hemofilia; coagulopatia; sangramento intracraniano; hemorragia intracraniana

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba. ISSN eletrônico 1984-4840



Apoio: ..............................................................................................................................................

  



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.