Estudo das provas oculomotoras e vestibulares por meio da vectonistagmografia digital

Karen C. F. Costa, Samantha M. R. Silva, Cristina F. Ganança

Resumo


O programa utilizado para a realização da Vectonistagmografia Computadorizada (desenvolvido pela Neurograff Eletromedicina Ind. & Com. Ltda.) foi modificado a fim de tornar o exame mais sensível. Por essa razão, surgiu a necessidade de uma nova pesquisa para estabelecer novos parâmetros para os testes que o compõem. O objetivo deste trabalho consistiu em verificar se os parâmetros e valores de normalidade nas provas oculomotoras e vestibulares desse exame permanecem os mesmos após as modificações realizadas no software deste equipamento. Sendo assim, 32 hígidos com idades entre 18 e 40 anos foram submetidos à bateria de testes que fazem parte desse exame. Os parâmetros em que foram encontradas diferenças estatisticamente significativas foram: ganho dos movimentos oculares na pesquisa do rastreio pendular nas velocidades de 0,2 e 0,4 Hz e ganho na velocidade angular média da componente lenta do nistagmo e preponderância direcional média do nistagmo na pesquisa do nistagmo optocinético, velocidade angular da componente lenta do nistagmo para os canais laterais e verticais e para a preponderância direcional média do nistagmo para os canais laterais na Prova Rotatória Pendular Decrescente e velocidade angular real da componente lenta do nistagmo na Prova Calórica. Foi possível concluir que mudanças nos valores de normalidade nas provas em que foram encontradas diferenças estatisticamente significativas são necessárias para garantir a fidedignidade e precisão do exame vestibular.

Palavras-chave


vertigem; testes de função vestibular; nistagmo

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.