RELAÇÕES INTERPESSOAIS E RECURSOS DE ADAPTAÇÃO PARA ACADÊMICOS COM DEFICIÊNCIA NA UNIVERSIDADE

Celso Francisco Tondin, Daiane Nadaletti Nardon, Tania Mara Zancanaro Pieczkowski

Resumo


Esta pesquisa focaliza as relações interpessoais e os recursos de adaptação para acadêmicos com deficiência na universidade, tendo como objetivo entender tais relações e de que forma a instituição está investindo na inclusão destes estudantes. Como base teórica, dialoga com referenciais da educação inclusiva e com estudos sobre a subjetividade. Trata-se de pesquisa realizada a partir de estudo de caso de acadêmicos com deficiência, de uma universidade comunitária catarinense, tendo sido utilizados questionário, entrevista, observação e consulta a documentos. Os participantes foram cinco acadêmicos com deficiência, cinco de seus professores e 15 de seus colegas, além das coordenadoras acadêmica e pedagógica da instituição. A partir da análise de conteúdo, os dados foram discutidos por meio de três categorias: a) estrutura física; b) recursos metodológicos oferecidos aos acadêmicos com deficiência; e c) as relações interpessoais estabelecidas por eles e com eles. Constata-se que, no cenário da pesquisa, existem limitações na acessibilidade arquitetônica, atitudinal e comunicacional, apesar da mobilização institucional no sentido de superar tais lacunas. Identifica-se, também, a necessidade de intensificação de cursos de formação continuada para docentes, técnicos administrativos e estagiários.

Palavras-chave


inclusão, estudantes com deficiência, acessibilidade, educação superior, subjetividade.



DOI: https://doi.org/10.5935/2175-3520.20160003

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.