Relações de gênero e poder: um estudo com professoras-gerentes em uma universidade pública

Adílio Renê Almeida Miranda, Flávia Luciana Naves Mafra, Mônica Carvalho Alves Cappelle

Resumo


O objetivo deste trabalho foi o de compreender como as relações de poder se manifestam no cotidiano de professoras-gerentes de uma universidade pública. Foi utilizada a pesquisa de caráter qualitativo, com o método de pesquisa história de vida. Os sujeitos da pesquisa foram cinco professoras que ocuparam/ocupam cargos gerenciais em uma universidade pública. Dentre as dificuldades enfrentadas por algumas professoras no exercício da função gerencial estão a questão das assimetrias de poder expostas de forma simbólica, casos de assédio moral, o fenômeno do “teto de vidro”, a discriminação e o preconceito, principalmente por meio do discurso e do humor.

Palavras-chave


: Relações de gênero; Poder; Gerência universitária

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.20946/rad.v14i3.11789

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Flag Counter

Revista Administração em Diálogo - RAD
ISSN: 2178-0080

     

 

Apoio: