Interpretação do processo de enfrentamento aos contextos organizacionais adversos

André Luis Silva, Maria Iolanda Sachuk

Resumo


O movimento da psicologia positiva afirma que as pessoas são capazes de realizar um processo de enfrentamento humano as situações adversas da vida, pelo o qual reconfiguram o significado da adversidade e seguem adiante fortalecidas. Neste artigo, de caráter bibliográfico, recorrem-se aos conceitos envolvidos nesse processo - risco, vulnerabilidade e fatores de proteção (coping e buffers) - para se compreender como ocorre o enfrentamento humano às situações adversas vivenciadas em contextos organizacionais. Como resultado, foi elaborado um esquema interpretativo desse processo que, na condição de um insight teórico, pode orientar uma estratégia de pesquisa ao assunto em investigações qualitativas.

Palavras-chave


adversidade; coping; fatores de proteção; organizações; pesquisa qualitativa

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.20946/rad.v14i3.9886

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Flag Counter

Revista Administração em Diálogo - RAD
ISSN: 2178-0080

     

 

Apoio: