É melhor acender uma vela do que amaldiçoar a escuridão: a temática da espiritualidade/ religiosidade nos congressos de psicologia

Renate Brigitte Michel, Mary Rute Gomes Esperandio, Gabriele Serur

Resumo


O tema da espiritualidade/religiosidade (E/R) faz parte tanto do cotidiano dos profissionais da Psicologia quanto das discussões sobre a regulamentação dos limites éticos do exercício profissional. Por meio de uma pesquisa de caráter documental, o presente estudo buscou investigar as contribuições, as modalidades e a frequência com que esse assunto tem estado presente nos títulos das produções científicas dos congressos de Psicologia mais representativos no Brasil entre os anos de 2010 e 2016. Ao todo, foram analisados 25.768 trabalhos científicos apresentados na programação científica dos 64 eventos disponíveis nas plataformas online. Os resultados apontam que apenas 0,59% (n=154) dos trabalhos encontrados eram relativos à temática da E/R. Quanto aos temas das apresentações, os objetos ligados à Psicologia Social (n=32) e às Revisões Críticas (n=28) foram os mais frequentes, seguidos pelos da Psicologia do Desenvolvimento (n=16), da Teoria/Linhas teóricas (n=16) e da Psicologia da Saúde/Hospitalar (n=15). Identificou-se, portanto, que, mesmo para os psicólogos que não sejam especialistas em Psicologia da Religião, há muito a investigar no que tange à interface entre Psicologia e Religião.


Palavras-chave


Espiritualidade. Religiosidade. Psicologia da Religião.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/1677-1222.2018vol19i1a10

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 REVER - Revista de Estudos da Religião