“Ela é um modelo de esposa”: representações viçosenses sobre a vida conjugal de Santa Rita

Raquel dos Santos Sousa Lima

Resumo


Este artigo apresenta diferentes apropriações que devotos da cidade mineira de Viçosa fazem em torno das narrativas biográficas de Santa Rita de Cássia. Esta santa é descrita em livros, santinhos e novenas que circulam entre os fiéis como uma boa esposa, inicialmente submissa e resignada, que sofreu e foi obediente a um marido violento, mas que por intermédio de muita oração conseguiu convertê-lo, salvando seu casamento. Considerando-se o exemplo de conduta conjugal sugerido nessas narrativas, e valendo-se dos referenciais teóricos dos estudos de gênero e da História Cultural, o presente trabalho investiga a forma pela qual os entrevistados – homens e mulheres- se apropriam do modelo de esposa baseado na figura da Santa.

Palavras-chave: Santa Rita de Cássia, devoção, hagiografia, gênero.


Abstract

This paper presents appropriations that some devotees of Saint Rita of Cascia make about the narratives about this saint in Viçosa, a small city in the state of Minas Gerais. The Santa is described in books, prayer cards and novenas circulating among the faithful as a good wife, initially submissive and resigned, that suffered a lot and was obedient to a violent husband, but through much prayer she was able to convert it, and save her marriage. Considering the example of marital behavior suggested by these narratives, and based on theoretical framework of gender studies and cultural history, this paper investigates the way in which these devotees - men and women- do appropriate the model of wife based in the figure of Santa Rita.

Keywords: Saint Rita of Cascia, devotion, hagiography, gender.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais