Agrometeorologia digital: as bases biofísicas para a revolução digital no campo

Felipe Gustavo Pilau, Fabio Ricardo Marin

Resumo


Uma população mundial estimada em 10 bilhões em 2100 e a incerteza sobre o clima futuro acentuam os debates sobre fome, abastecimento de água e energia. Especialmente no tocante à segurança alimentar, o Brasil é colocado em destaque. Por isso, pesquisas direcionadas ao pleno entendimento das relações solo-planta-atmosfera tornam- se cada vez mais fundamentais. Neste trabalho, expomos uma revisão bibliográfica a respeito das bases biofísicas fundamentais à concepção da Agrometeorologia Digital. Sistemas de suporte à tomada de decisão, baseados em modelos, podem introduzir o fator clima no gerenciamento da produção agropecuária, agregando uma gama de serviços agrometeorológicos que auxiliam nas decisões de gerenciamento, tornando-as mais eficazes a curto e longo prazo.

Palavras-chave: Biofísica. Ecofisiologia. Agrometeorologia Operacional. Modelagem. Tecnologia da Informação.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/1984-3585.2019i20p59-76

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.