Avaliação de qualidade de vida entre os pacientes tratados para hepatite C crônica no ambulatorio de hepatites virais do Conjunto Hospitalar de Sorocaba

Juliana Cristina Tangerino, Luciana Veríssimo Fernandes, Mariana Cunha de Ávila Camargo, Mariana Medina de Almeida, Fernando José Goes Ruiz

Resumo


A infecção pelo vírus da hepatite C (HCV) consiste em um grande problema de saúde pública, pois o HCV leva à cirrose em mais de 20% dos casos. Nota-se um impacto do tratamento do HCV na qualidade de vida dos pacientes, visto frequentes relatos de fadiga, entre outros. Objetivo: avaliar, por meio da aplicação de um questionário, a qualidade de vida dos portadores de hepatite c crônica, tratados, relacionando resposta do paciente ao tratamento e graus de fibrose hepática. Justificativa: visto a intensa gama de acometidos pela doença e as possíveis consequências que a mesma pode gerar, faz-se necessária uma adordagem sobre a qualidade de vida desses pacientes. Metodologia: Estudo de caráter prospectivo, observacional. Através da análise de prontuários e de um questionário foram avaliados 100 pacientes submetidos a tratamento para hepatite C. Avaliou-se dados referentes à qualidade de vida dos pacientes com resposta virológica sustentada comparando-as à de pacientes não curados. Análise dos dados: De modo geral, houve melhora da qualidade de vida nos pacientes que foram curados após o tratamento para HCV em relação aos não curados. Além disso, foi observada melhor qualidade de vida quanto menor o grau de fibrose dos pacientes, obtido após biópsia

Palavras-chave


hepatite C; tratamento; qualidade de vida

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.