Qualidade de vida de candidata ao transplante de fígado após intervenção fisioterapêutica: relato de caso

José Ivo Filho, Michelle Duarte Nascimento, Bruna Angélica Reche, Juliana Rodrigues Correia, Odete Mauad Cavenaghi

Resumo


O objetivo do presente estudo foi avaliar o impacto de um programa de reabilitação física sobre a qualidade de vida de uma paciente candidata ao transplante de fígado. Trata-se de uma paciente do sexo feminino, 43 anos, diagnóstico médico de cirrose biliar primária, fibrose porta-porta, há seis anos, Child B e MELD 17, antecedente de hipertensão arterial sistólica, diabetes mellitus e dislipidemia. Foi avaliada antes e após aplicação do protocolo de reabilitação em cinco sessões consecutivas, por meio do questionário Chronic Liver Disease Questionnaire (CLDQ). Observou-se uma resposta positiva na melhoria da qualidade de vida da paciente quando submetida ao programa de reabilitação física, porém, de forma discreta, devido à percepção de limitações funcionais pertinentes à doença, demonstrando alteração emocional. Este estudo permitiu uma abordagem criteriosa da candidata quanto às suas limitações pessoais e características da doença para servirem como parâmetro a um programa de tratamento fisioterapêutico, baseado na reabilitação e melhora da qualidade de vida. Novos estudos poderão ser desenvolvidos sobre o tema abordado, o que contribuirá de forma direta na ampliação do conhecimento, enriquecimento e atualização da literatura científica.

Palavras-chave


qualidade de vida; transplante de fígado; fisioterapia; cirrose hepática; cuidados pré-operatórios

Texto completo:

PDF

Referências


Borges MCLA, Silva LMS, Guedes MVC, Caetano JA. Desvelando o cuidado de enfermagem ao paciente transplantado hepático em uma Unidade de Terapia Intensiva. Esc Anna Nery Rev Enferm. 2012;16(4):754-60.

Rodrigues JR, Hanto DW, Curry MP. Patients’ expectations and success criteria for liver transplantation. Liver Transplant. 2011;7(11):1309-17.

Rahimi RS, Rockey DC. Complications and outcomes in chronic liver disease. Curr Opin Gastroenterol. 2011;27(3):204-9.

Ferreira LL, Arroyo Júnior PC, Silva RCMA, Lamari NM, Cavenaghi OM. Perfil de pacientes em préoperatório para transplante de fígado em hospital de ensino. J Health Sci Inst. 2013;31(3):84-7.

Galant LH, Forgiarini Júnior LA, Dias AS, Marroni CA. Condição funcional, força muscular respiratória e qualidade de vida em pacientes cirróticos. Braz J Phys Ther. 2012;16(1):30-4.

Rosa CB, Klein MB, Forgiarini Júnior LA, Galant LH, Dal Bosco A. Alterações cardíacas e qualidade de vida em doentes hepáticos candidatos ao transplante ortotópico de fígado. Ciênc Mov. 2012;13(27):27-33.

Gao F, Gao R, Li G, Shang ZM, Hao JY. Health-related quality of life and survival in Chinese patients with chronic liver disease. Health Qual Life Outcomes. 2013;11(1):131.

Debette-Gratien M, Tabouret T, Antonini MT, Dalmay F, Carrier P. Personalized adapted physical activity before liver transplantation: acceptability and results. Transplantation. 2015;99(1):145-50.

Carey EJ, Steidley DE, Aqel BA, Byrne TJ, Mekeel KL. Six-minute walk distance predicts mortality in liver transplant candidates. Liver Transplant. 2010;16(12):1373-8.

Debette-Gratien M, Tabouret T, Antonini MT, Dalmay F, Carrier P. Personalized adapted physical activity before liver transplantation: acceptability and results. Transplantation. 2015;99(1):145-50.

Lopes AC. Diagnóstico e tratamento. São Paulo: Manole; 2006. v. 1.

Simão R, Senna G, Nassif L, Leitão N, Arruda R. Influência dos diferentes protocolos de aquecimento na capacidade de desenvolver carga máxima no teste de 1RM. Fit Perf J. 2004;3(5):261-5.

Gatardo DRM. Qualidade de vida e transplante hepático: avaliação comparativa em diferentes fases pré e pós-cirurgia [tese]. São Paulo: Faculdade de Medicina da Universidade do Estado de São Paulo; 2007.

Les I, Doval E, Monteserrat F, Jacas C, Cárdenas G, Esteban R, et al. Quality of life incirrhosis is related to potentially treatable factors. Eur J Gastroenterol Hepatol. 2010;22:221-7.

Barcelos S, Dias AS, Forgiarini LA, Monteiro MB. Transplante hepático: repercussões na capacidade pulmonar, condição funcional e qualidade de vida. ArqGastroenterol. 2008;45(3):186-91.




DOI: https://doi.org/10.23925/1984-4840.2017v19i3a10

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.