Miíase otológica

Heliel Tadeu Ruiz, Godofredo Campos Borges, José Jarjura Jorge Júnior

Resumo


A infestação do tecido subcutâneo, mucosas ou cavidades corporais dos seres humanos por larvas de dípteros (Cochliomya macellaria) define um quadro clínico de miíase. Em virtude de ser uma doença que afeta a mucosa ou o tecido subcutâneo, o canal auditivo pode ser uma região para o desenvolvimento da miíase, caracterizando um caso de miíase otológica, condição considerada uma urgência/emergência otorrinolaringológica em virtude de sua morbidade e desconforto intenso ao paciente. Mesmo com o avanço nos conhecimentos sobre miíase nos últimos anos, ainda não há protocolos claramente definidos para tratar essa condição. Uma opção de tratamento envolve a remoção mecânica e/ou o tratamento farmacológico com iodofórmio e ivermectina. O presente estudo objetivou descrever um caso de miíase otológica e o tratamento realizado em nosso serviço frente ao caso clínico.


Palavras-chave


miíase; dipteros; larva; pavilhão auricular; otopatias

Texto completo:

PDF

Referências


Andrade JSC, Albuquerque AMS, Matos RC, Godofredo VR, Penido NO. Perfil dos atendimentos em pronto-socorro de Otorrinolaringologia em um hospital público de alta complexidade. Braz J Otorhinolaryngol, 2013;79(3):312-6. http://dx.doi.org/10.5935/1808-8694.20130056

Arora S, Sharma JK, Pippal SK, Sethi Y, Yadav A. Etiologia clínica da miíase em otorrinolaringologia: um estudo retrospectivo. Braz J Otorhinolaryngol. 2009;75(3):356-61. http://dx.doi.org/10.1590/S1808-86942009000300008

Silva BSR, Souza LO, Camera MG, Tamiso AGB, Castanheira LVR. Corpos estranhos em otorrinolaringologia: um estudo de 128 casos. Arq Int Otorrinolaringol/Int Arch Otorhinolaryngol. 2009;13(4):394-9.

Ribeiro FAQ, Pereira CSB, Alves A, Marcon MA. Tratamento de miíase humana cavitária com ivermectina oral. Rev Bras Otorrinolaringol. 2001;67(6):755-61. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-72992001000600002

Figueiredo RR, Azevedo AA, Kós AOA, Tomita S. Complicações de corpos estranhos em Otorrinolaringologia: um estudo retrospectivo. Rev Bras Otorrinolaringol. 2008;74(1):7-15. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-72992008000100002




DOI: https://doi.org/10.23925/1984-4840.2018v20i4a11

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.