Ideação suicida em moradores da área de abrangência de uma unidade básica de saúde em Sorocaba: prevalência e fatores associados

Tatchia Puertas Garcia Poles, Guilherme Mira de Jesus Zanateli, José Roberto Pineda Pietrobon Redini Martins, Juliana Morini Bevilacqua, Leandro Azevedo da Silva, Lucas Augusto Ayres Ribas, Luiza Perna Toledo de Abreu

Resumo


Introdução e Objetivos: Segundo a OMS os índices de suicídio variaram globalmente de 1,1/100.000 a 51,6/100.000 em 2002, e que para cada suicídio completado haja 20 tentativas de suicídio malsucedidas. O Brasil encontra-se entre os dez países com maior incidência de suicídios. Em vista disto fica evidente a importância do presente trabalho de ação na Rede Básica de Saúde com foco na prevenção. Esse trabalho propôs estimar a prevalência de ideação suicida na área de abrangência da Unidade Básica de Saúde Vila Sabiá, Sorocaba-SP, e encaminhar os pacientes encontrados em situação de vulnerabilidade para o médico da família afim de que seja realizado matriciamento com o psiquiatra da unidade no seguimento dos casos identificados; Métodos: Consistiu em três fases, envolvendo o levantamento, no banco de dados da Unidade Básica de Saúde, dos pacientes com Depressão severa, recorrente, com ou sem sintomas psicóticos; questioná-los, através do Inventário de Depressão de Beck e o Roteiro para Avalição do Risco de Suicídio (TASR); encaminhar os pacientes encontrados em situação de vulnerabilidade para o Médico da Família afim de que seja realizado matriciamento com o Psiquiatra da unidade no seguimento dos casos identificados; Resultados e Conclusão: A amostra (N=10), composta por um homem e nove mulheres, com média de idade foi de 53,1 anos, desvio padrão de 11,1 variando de 31 a 71 anos, apresentou 5 indivíduos com Depressão severa; 4 destes com alto risco para tentativa de suicídio. Conclui-se que estratégias de rastreio a pacientes vulneráveis ao suicídio se fazem necessárias.

Palavras-chave


depressão; suicídio; prevenção

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba. ISSN eletrônico 1984-4840



Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.