Sobrecarga biopsicossocial e estresse do cuidador de idoso dependente

Mariana Bastos dos Santos, Eliana de Paula Leite, Patrícia Pereira Alfredo, Jacqueline Rossi Alvares Rodrigues

Resumo


Objetivo: Avaliar a sobrecarga biopsicossocial e o estresse de cuidadores informais de idosos dependentes. Métodos: Trata-se de um estudo transversal de abordagem quantitativa. Foram incluídos 14 cuidadores informais de idosos dependentes, acompanhados pela Estratégia Saúde da Família (ESF) na Unidade de Saúde da Família do Território São Bento, no município de Sorocaba, São Paulo. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevista no domicílio. Os instrumentos utilizados foram: um questionário semiestruturado, contendo variáveis sociodemográficas; o Índice de Katz, para avaliação do grau de dependência dos idosos; e a Escala Zarit Burden Interview, para avaliação da sobrecarga dos cuidadores. Em seguida, foi realizada única intervenção de exercícios físicos com duração média de 30 minutos e feita a entrega de uma cartilha ilustrativa, incluindo exercícios de alongamentos globais e orientações fisioterapêuticas. Resultados: Os estudos encontrados apontaram que os cuidadores informais apresentam sobrecarga moderada a severa; também se verificou que, para o estado civil, os sem companheiro (separados, solteiros ou viúvos) tendem a ter maior nível de sobrecarga que os casados/com companheiro. Conclusão: Os cuidadores informais de idosos dependentes apresentam sobrecarga biopsicossocial moderada a severa em sua rotina diária, fator que possibilita que os cuidadores sejam doentes em potencial e com capacidade funcional constantemente em risco. Os profissionais de saúde precisam buscar uma atenção centrada na família, ampliar seus conhecimentos no processo saúde-doença e da necessidade de intervenções que ultrapassa as práticas curativas.


Palavras-chave


estresse psicológico; cuidadores; idoso fragilizado; terapia por exercício; atenção primária à saúde.

Texto completo:

PDF

Referências


Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo demográfico de 2010: resultado do universo [Internet]. Rio de Janeiro: IBGE; 2011 [acesso em 01 fev. 2016]. Disponível em: https://ww2.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/censo2010/default.shtm

Anjos KF, Boery RNSO, Pereira R. Qualidade de Vida de cuidadores familiares de idosos dependentes no domicílio. Texto Contexto Enferm. 2014;23(3):600-8. http://dx.doi.org/10.1590/0104-07072014002230013

Cruz DC, Loureiro HAM, Silva MANCGMM, Fernandes MM. As vivências do cuidador informal do idoso dependente. Rev Enferm Ref. 2010;serIII(2):127-36.

Brêtas ACP. Cuidadores de idosos e o Sistema Único de Saúde. Rev Bras Enferm. 2003;56(3):298-301. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-71672003000300016

Ferreira CG, Alexandre TS, Lemos ND. Fatores associados à qualidade de vida de cuidadores de idosos em assistência domiciliária. Saúde Soc. 2011;20(2):398-409. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-12902011000200012

Fernandes MGM, Garcia TR. Determinantes da tensão do cuidador familiar de idosos dependentes. Rev Bras Enferm. 2009;62(3):393-9. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-71672009000100009

Kawasaki K, Diogo MJ. Assistência domiciliaria ao idoso: perfil do cuidador formal - parte I. Rev Esc Enferm USP. 2001;35(3):257-64. http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342001000300009

Souza LR, Hanus JS, Libera LBD, Silva VM, Mangilli EM, Simões PW, et al. Sobrecarga no cuidado, estresse e impacto na qualidade de vida de cuidadores domiciliares assistidos na atenção básica. Cad Saúde Coletiva. 2015;23(2):140-9. http://dx.doi.org/10.1590/1414-462X201500020063

Rodrigues JEG, Machado ALG, Vieira NFC, Fernandes AFC, Rebouças CBA. Qualidade de vida e sobrecarga de cuidadores familiares de idosos dependentes. Cienc Enferm. 2014;20(3):119-29. http://dx.doi.org/10.4067/S0717-95532014000300011

Stackfleth R, Diniz MA, Fhon JRS, Vendruscolo TRP, Fabrício-Whebe SCC, Marques S, et al. Sobrecarga de trabalho em cuidadores de idosos fragilizados que vivem no domicílio. Acta Paul Enferm. 2012;25(5):768-74. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002012000500019

Ferreira ARS, Wong LR. Cuidadores informais da população idosa com alguma limitação: estimativas indiretas - Brasil - 2000 a 2015. Ser Soc. 2007;20:71-104.

Sociedade Brasileira de Reumatologia. Cartinha para pacientes com osteoporose. São Paulo: Sociedade Brasileira de Reumatologia; 2011.

Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia. Cartilha de fisioterapia para pacientes da escola de coluna. 4ª ed. Rio de Janeiro: INTO; 2015.

Conover WJ. Practical nonparametric statistics. 3ª ed. Nova York: John Wiley & Sons; 1999.

Fleiss JL. Statistical methods for rates and proportions. 2ª ed. Nova York: John Wiley & Sons; 1981.

Pereira JCR. Análise de dados qualitativos: estratégias metodológicas para as ciências da saúde, humanas e sociais. São Paulo: EDUSP; 1999.

Costa ECS, Pereira PD, Miranda RAP, Bastos VHV, Machado DCD. Sobrecarga física e mental dos cuidadores de pacientes em atendimento fisioterapêutico domiciliar das Estratégias de Saúde da Família de Diamantina (MG). Rev Baiana Saúde Pública. 2013;37(1):133-50.

Marques AKMC, Landim FLP, Collares PM, Mesquita RB. Apoio social na experiência do familiar cuidador. Ciênc Saúde Coletiva. 2011;16(Supl. 1):945-55. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232011000700026

Amendola F, Oliveira MA, Alvarenga MR. Quality of life of family caregivers of patients dependent on the family health program. Texto Contexto Enferm. 2008;17(2):266-72. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-07072008000200007

Gratão ACM, Vale FAC, Cruz MR, Haas VJ, Lange C, Talmelli LFS, et al. The demands of family caregivers of elderly individuals with dementia. Rev Esc Enferm USP. 2010;44(4):873-80. http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342010000400003

Bocchi SCM. Vivenciando a sobrecarga ao vir-a-ser um cuidador familiar de pessoa com acidente vascular cerebral (AVC): uma análise do conhecimento. Rev Latino-Am Enfermagem. 2004;12(1):115-21. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692004000100016

Gratão ACM, Talmelli LFS, Fiqueiredo LC, Rosset I, Freitas CP, Rodrigues RAP. Dependência funcional de idosos e a sobrecarga do cuidador. Rev Esc Enferm USP. 2013;47(1):137-44. http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342013000100017

Rodrigues SLA, Watanabe HAW, Derntl AM. A saúde de idosos que cuidam de idosos. Rev Esc Enferm USP. 2006;40(4):493-500. http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342006000400007

Karsch UM. Idosos dependentes: famílias e cuidadores. Cad Saúde Pública. 2003;19(3):861-6. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2003000300019

Cattani RB, Girardon-Perlini NMO. Cuidar do idoso doente no domicílio na voz de cuidadores familiares. Rev Eletr Enferm [Internet]. 2004 [acesso em 10 dez. 2015];6(2):254-71. Disponível em: https://www.fen.ufg.br/fen_revista/revista6_2/pdf/Orig11_idoso.pdf

Manoel MF, Teston EF, Waidman MAP, Decesaro MN, Marcon SS. Relações familiares e o nível de sobrecarga do cuidador familiar. Esc Anna Nery Rev Enferm. 2013;17(2):346-53. http://dx.doi.org/10.1590/S1414-81452013000200020

Ricarte LF. Sobrecarga do cuidador informal de idosos dependentes no Conselho da Ribeira Grande [dissertação]. Porto: Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, Universidade do Porto; 2009.

Brito ML. A saúde mental dos prestadores de cuidados a familiares idosos [dissertação]. Coimbra: Faculdade de Medicina, Universidade do Porto; 2000.

Neri AL, Carvalho VAML. O bem-estar do cuidador: aspectos psicossociais. In: Freitas EV, Py L, Neri AL, Cançado FAX, Gorzoni ML, Doll J, editores. Tratado de geriatria e gerontologia. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2006. p.778-80.




DOI: https://doi.org/10.23925/1984-4840.2018v20i2a7

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba. ISSN eletrônico 1984-4840

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.