Displasia do desenvolvimento do quadril

Cyntia Watanabe, Beatriz Rodrigues Verona

Resumo


Introdução: A Displasia do Desenvolvimento do Quadril (DDP) é uma condição, anteriormente conhecida como Luxação Congênita do Quadril (LCQ), que consiste em relações anormais entre a cabeça femoral e a cavidade acetabular, incluindo uma forma acetabular anormal (displasia), que pode ser acompanhada ou não de um deslocamento parcial (subluxação) ou completo (luxação) da cabeça femoral. A incidência de DDP é diferente quando se leva em consideração a raça, por ser rara em negros, e a área geográfica analisada. Aproximadamente 1 em cada 1.000 nascidos pode nascer com o quadril luxado e 10 em cada 1.000 nascidos com o quadril subluxado, ou instável. Objetivos: Relatar um caso clínico de displasia do desenvolvimento do quadril e correlacionar o quadro do paciente em questão com a literatura sobre o assunto Metodologia: Análise de informações clínicas obtidas através do prontuário disponibilizado na Unidade Básica de Saúde – Sorocaba I e de atendimento em consulta de puericultura, junto com resultados de exames de imagens realizados em múltiplas instituições. RELATO DE CASO: Paciente, 5 meses, nascido de parto normal, termo (37 4/7 semanas), Apgar 8 no primeiro minuto e 9 no quinto minuto, 48 cm, 3470g, sem intercorrências peri e pós-parto, após 11 consultas de pré-natal, apresentou Sinal de Ortolani positivo ao lado direito já no berçário e ao lado esquerdo durante as consultas de puericultura. Houve encaminhamento para acompanhamento com o ortopedista, que solicitou exames de imagem para confirmação diagnóstica de DDQ. O resultado dos exames favorece a confirmação de tal condição. O tratamento está sendo realizado com fralda de Frejka. Conclusão: A Displasia do Desenvolvimento do Quadril (DDQ) é uma patologia não rara, mas menos comum como apresentação bilateral, como o caso apresentado. Ressalta-se a importância exame físico de triagem para diagnóstico precoce dessa condição. É necessário sempre buscar o melhor tratamento para o paciente, visando evitar a necessidade de correção cirúrgica. O conhecimento da classificação e gravidade da DDQ auxilia na elucidação do melhor tratamento.

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.