Prevalência dos fatores de risco associados ao transtorno do espectro autista

Izilda das Eiras Tâmega, Cláudia Cristina Pereira Gomes Antila, Flávia Gasperini, Cherry Shin, André Filipi Sampaio, Aleksi Gomes Antila

Resumo


Introdução: Os transtornos do espectro autista (TEA) são condições que atingem o desenvolvimento cerebral e incluem manifestações nos domínios social, da comunicação e do comportamento. Apresenta etiologia multifatorial, incluindo predisposições genéticas e fatores pré-natais, perinatais e pós-natais. Objetivos: Estimar a prevalência dos fatores de risco pré-natais, perinatais e pós-natais relacionados com o Transtorno do Espectro Autista por meio de prontuários de pacientes da Associação Amiga do Autista de Sorocaba (AMAS). Metodologia: Trata-se de um estudo descritivo que analisou a prevalência dos fatores de risco para o TEA, utilizando-se de dados secundários da Associação Amigos dos Autistas de Sorocaba (AMAS), por meio de 45 prontuários de crianças diagnosticadas com TEA, segundo os critérios do DSM 5, que foram disponibilizados mediante Termo de Confidencialidade. Resultados: Os resultados deste estudo foram obtidos a partir de uma amostra da população, de ambos os sexos, que frequentam ou frequentaram a AMAS, no Município de Sorocaba, totalizando 45 pacientes. A análise estatística foi feita com base no Teste G de Cochran, com um G calculado igual a 324,75 e o nível de relevância estatística foi estabelecido no valor de p < 0,0001. Os achados deste estudo mostraram uma prevalência maior de TEA no sexo masculino e uma prevalência de 20% com baixo peso ao nascer. O ambiente intra-uterino adverso resultante de infecções maternas durante a gravidez representa um fator de risco significativo para TEA. A ocorrência de infecção materna deste estudo foi de 11%. Observou-se uma prevalência significativa de pacientes com antecedentes familiares psiquiátricos.

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.