O discernimento vocacional e a legislação canônica

Denilson Geraldo

Resumo


O discernimento vocacional, que o Ordinário (bispo diocesano ou superior maior) deve realizar para a admissão ao seminário diocesano ou a vida consagrada, é uma exigência da legislação canônica. Consideramos quatro requisitos básicos: idoneidade moral, saúde física com a devida comprovação médica, suficientes qualidades de maturidade e certa capacidade intelectual adequada ao estado de vida que estará sendo iniciado. O objetivo do Ordinário é a certeza moral, sem ferir a boa fama e a intimidade do candidato. Neste aspecto, verificamos a função da perícia psicológica, quando necessária, e os critérios para que seja utilizada.

Palavras-chave


Código de Direito Canônico; Formação presbiteral; Vida consagrada; Admissão aos seminários

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19176/rct.v0i75.15327

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



ISSN Online 2317-4307 | Impresso (descontinuada) 0104-0529

A Revista de Cultura Teológica e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/culturateo. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/culturateo.


A Revista de Cultura Teológica está:

Associada a:

Indexada em:

  Google Acadêmico

Presença em Bibliotecas: