A inserção dos fiéis leigos nas novas comunidades cristãs

Fernando Rodrigues Francisco

Resumo


O Concílio Vaticano II foi capaz de dar um novo perfil ao leigo no seio da Igreja. O protagonismo dos leigos na Igreja permitiu o desenvolvimento de novos modos de apresentar o Evangelho ao Homem contemporâneo. Esta busca por respostas trouxe uma consequência importante para a vida da Igreja: os leigos passaram a viver juntos sua fé. Eles começam a formar “Novas Comunidades”. Em unidade com a Igreja, muitos leigos se associam para testemunhar, de maneira nova e original, o anúncio da Boa Nova de Jesus Cristo.

Palavras-chave


Leigo; Igreja; Novas Comunidades Cristãs; Concílio Vaticano II

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19176/rct.v0i75.15330

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



ISSN Online 2317-4307 | Impresso (descontinuada) 0104-0529

A Revista de Cultura Teológica e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/culturateo. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/culturateo.


A Revista de Cultura Teológica está:

Associada a:

Indexada em:

  Google Acadêmico

Presença em Bibliotecas: