REALIZAÇÃO DE PROCESSOS VERBAIS EM TEXTOS CIENTÍFICOS DA ÁREA DE ENGENHARIA CIVIL

Cristiane Fuzer

Resumo


O presente trabalho, vinculado ao projeto SAL, apresenta um estudo da realização de processos verbais em língua portuguesa do Brasil em textos da área de Engenharia Civil. O objetivo é analisar quais formas linguísticas realizam processos verbais, com que frequência são usados e que significados produzem em textos científicos dessa área. O corpus de análise constitui-se de 51 textos que compõem os volumes 1 e 2 do livro “Concreto: ciência e tecnologia”, publicada pelo IBRACON (Instituto Brasileiro do Concreto). Para a compilação do corpus, seguiram-se princípios da Linguística de Corpus (Sardinha, 2004; Almeida & Correia, 2008). A identificação das formas linguísticas e o tratamento quantitativo dos dados foram realizados com auxílio das ferramentas WordListe Concord do WordSmith Tools (SCOTT, 2008). A análise das formas linguísticas foi realizada com base nos critérios da Gramática Sistêmico-Funcional (Halliday & Matthiessen, 2004) para descrição e classificação de processos verbais. Os resultados apontam que os verbos mais frequentes do corpus, recomendar e especificar, funcionam como processos de semiose do tipo comando e podem ser consideradas características do discurso científico na área de Engenharia Civil. Formas linguísticas em terceira pessoa do presente e no particípio servem como recurso de impessoalização no discurso científico.

Palavras-chave


Projeto SAL; processos verbais; discurso científico

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.1590/delta.v28i0.19367

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Revista Delta-Documentação e Estudos em Linguística Teórica e Aplicada ISSN 1678-460X