A Teoria de Benveniste sobre a pessoalidade e seus desdobramentos na enunciação infantil

José Temístocles Ferreira Junior, Valdir do Nascimento Flores, Marianne Carvalho Bezerra Cavalcante

Resumo


Neste trabalho, objetivamos discutir a teoria de Benveniste (1988 e 1989)sobre a categoria de pessoa na linguagem e examinar suas implicações naenunciação infantil. Para isso, iremos revisitar a abordagem enunciativade Benveniste, destacando algumas questões correlacionadas à teoriada pessoalidade. Após isso, buscaremos apresentar dados ilustrativospara discutir a emergência e o funcionamento dos índices de pessoana fala da criança. O corpus de que dispomos é formado por dados deinteração envolvendo três crianças diferentes (e suas respectivas mães) emsituações naturalísticas, presentes na pesquisa de Ferreira Júnior (2009).As análises dos nossos dados mostram que há mecanismos enunciativossubjacentes à fala da criança que comportam modos de apropriação dosistema da língua e de engajamento do sujeito na relação discursiva como outro.

Palavras-chave


Enunciação infantil; Benveniste; categoria de pessoa; ancoragem subjetiva.

Texto completo:

PDF


Revista Delta-Documentação e Estudos em Linguística Teórica e Aplicada ISSN 1678-460X