A entrevista em autoconfrontação como motor para o desenvolvimento: diálogo de uma professora com sua prática

Flavia Fazion, Eliane Gouvêa Lousada

Resumo


O objetivo deste artigo é apresentar as análises preliminares deuma entrevista em autoconfrontação simples de uma professora defrancês do estado do Paraná, que procurarão evidenciar como asituação de trabalho é percebida pela professora e como isso poderepercutir em sua atividade. Das análises do texto, pudemos observarcomo ela toma consciência de seu modo de agir, suas reações aoinesperado, sua postura corporal, as ações cristalizadas e repetidas,o que pode permitir uma melhor compreensão de sua atividade. É odar-se conta de tais processos que pode proporcionar a apropriaçãode suas práticas e, consequentemente, seu desenvolvimento.Apresentaremos o quadro teórico no qual nos baseamos, emseguida, os procedimentos metodológicos. Passaremos para asanálises parciais dos dados obtidos e, fi nalmente, as conclusões aque chegamos, que apontam para uma tomada de consciência desuas ações, o que, de acordo com Vigotski (2003), pode ser o motordo desenvolvimento.

Palavras-chave


autoconfrontação; tomada de consciência; desenvolvimento.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Revista Delta-Documentação e Estudos em Linguística Teórica e Aplicada ISSN 1678-460X