A ATIVIDADE DE OBSERVAÇÃO NAS PRÁTICAS DE ORIENTAÇÃO A PROFESSORES: UMA PERSPECTIVA CRÍTICA

Maria Otilia Guimarães Ninin

Resumo


Este artigo tem por objetivo discutir como o processo de observação em sala de aula é entendido por docentes observadores. Pauta-se na pesquisa crítica, fundamentandose teoricamente na Teoria da Atividade (Engeström, 1987, 1999a, 1999b), nos autores que discutem linguagem e reflexão crítica (Magalhães, 2000; Liberali, 1994) e no papel do discurso na construção dos significados (Halliday, 1985; Halliday & Hasan, 1989). O artigo apresenta uma introdução, justificando a importância do procedimento de observação no desenvolvimento de professores, e está organizado em três partes: fundamentação teórica sobre o processo de observação; metodologia, onde descrevo procedimentos de registro da observação; e discussão dos registros coletados, à luz da lingüística sistêmico-funcional. Do ponto de vista do observador, os resultados mostramnos que a observação pode ser instrumento de desenvolvimento apenas para o participante observado. O poder da observação como instrumento de medida e avaliação mostra-se fortemente marcado pelas escolhas lexicais dos participantes.

Palavras-chave


observação; reflexão; instrumento; reflexão crítica

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Revista Delta-Documentação e Estudos em Linguística Teórica e Aplicada ISSN 1678-460X