Brinquedos e seus níveis de ruído

Alessandra Caffarena Celani, Orozimbo Alves Costa Filho, Salvador José Troise

Resumo


Brinquedos ruidosos, freqüentemente utilizados por crianças, com o objetivo de simular condições reais, produzem sons de grande intensidade. Foram analisados brinquedos normalmente vendidos – 27 deles foram testados no laboratório da Divisão de Educação e Reabilitação dos Distúrbios da Comunicação (DERDIC), PUCSP – objetivando determinar os níveis sonoros por eles produzidos. Os níveis sonoros variam desde um mínimo de 76 dBA até um máximo de 13 dBA, o que confirma os dados da literatura internacional existente sobre o assunto. Os achados mostram que existe a possibilidade de que brinquedos sejam causadores de deficiências auditivas induzidas por ruídos. Evidencia-se, portanto, a necessidade de uma atitude preventiva em relação a esses brinquedos ruidosos usados por crianças.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A revista Distúrbios da Comunicação e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em https://revistas.pucsp.br/dic. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.pucsp.br/dic.