Estudo da prevalência da perda auditiva induzida por ruído em trabalhadores de uma indústria gráfica

Luís Felipe Silva, Simone Alves dos Santos, Nancy Y. Shoraishi, Jane de Souza Silva, Silvana Vieira Prioste, Sônia M. Koishi, Célia Joana de Lima, Tita de Cassia S. S. Araújo

Resumo


Um estudo de prevalência foi realizado para investigar a perda auditiva induzida pelo ruído (PAIR) em uma indústria gráfica. A avaliação de ruído baseou-se nos critérios da ISSO 1999. O critério de Merluzzi foi empregado para classificar as audiometrias. Os maiores níveis de ruído (Leq) foram encontrados nas rotativas; no entanto, registrou-se o valor do nível de exposição (Lex) mais elevado na seção das dobradeiras. As avaliações audiométricas de 144 trabalhadores revelaram uma prevalência de 39% de PAIR. Exemplos práticos de controle de ruído, bem como propostas de elaboração de um Programa de Conservação Auditiva (PCA) foram encaminhados como subsídio para sanear o ambiente de trabalho.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A revista Distúrbios da Comunicação e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em https://revistas.pucsp.br/dic. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.pucsp.br/dic.