Sistema educativo para estimar os níveis sonoros de fones de ouvido em adolescentes

Soulay Belote Leal, Sirleide Vieira da Silva, Teresa Maria Momensohn-Santos, Angelica Biazus Mendonça da Fonseca

Resumo


O uso de equipamento estéreo pessoal por jovens é uma realidade observada no dia a dia e os níveis de intensidade utilizados são preocupantes. Objetivo: Apresentar um sistema educativo para rastrear os níveis sonoros de fones de ouvido de adolescentes usuários de equipamentos portáteis de som (EPS). Método: A amostra foi composta por 49 adolescentes de uma de uma escola pública do Estado de São Paulo. Foram feitas as estimativas do Nível de Pressão Sonora (NPS), filtro A, com a utilização de um sistema educativo para estimar o nível de pressão sonora. Este sistema foi desenvolvido pelo programa Dangerous Decibels.org® e recebeu o nome de Jolene (Estados Unidos) e Gisele D’Barulho (Brasil). As respostas obtidas foram analisadas de forma descritiva em valores de % e de média, mediana e moda. Resultados: O valor de moda para nível de Pressão Sonora, obtidos através do Sistema Gisele D’Barulho, foi de 104 dB (A), sendo que foram encontrados os níveis mais elevados no grupo do sexo masculino. O Sistema mostrou-se eficaz na motivação dos jovens a participarem da pesquisa. Conclusões: esse sistema de rastreio do nível de intensidade sonora atendeu os objetivos educativos de mostrar para os participantes qual o volume de som que estavam usando. Essa técnica permitiu mostrar que estão utilizando os seus equipamentos portáteis de som em intensidade acima do recomendado, aumentando as chances de problemas auditivos em futuro próximo.


Palavras-chave


Adolescente; Educação; Orelha; Audição; Ruído

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.23925/2176-2724.2018v30i4p759-766

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A revista Distúrbios da Comunicação e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em https://revistas.pucsp.br/dic. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.pucsp.br/dic.