Uso de herramientas informáticas para la auditoría forense, un estudio de caso

Heber Alfredo Guifo Hernández, Ludivia Hernández Aros, Sergio Roberto Da Silva

Resumo


Este estudio analiza las herramientas informáticas al servicio del auditor forense en su encargo de auditoría en las cooperativas de ahorro y crédito del sector financiero de Ibagué. Metodológicamente es un estudio de caso de carácter cualitativo, soportado desde la teoría del aseguramiento. Los resultados evidencian que se hace necesario identificar riesgos asociados a la falta de controles en las organizaciones del sector solidario. Por lo tanto, es importante tipificar el tipo de riesgos: omisión deliberada de registros de transacciones, simulación contable, falsificación de registros y documentos, errores o irregularidades en la administración, falta de capacitación del personal, alta porcentaje de rotación del personal clave, retrasos de la contabilidad, registro de operaciones inadecuadas, sistemas informáticos fáciles de ser vulnerados, cuentas no conciliadas y personas ficticias.

Texto completo:

PDF (Español (España))

Referências


ADVFN IBOV. Índice Bovespa. Disponível em: https://br.advfn.com/indice/ibovespa. Acesso em: 07 de abril de 2018.

ALMEIDA, C.; BACHA, C. Evolução da política cambial e da taxa de câmbio no Brasil, São Paulo, 1961-71. Pesquisa & Debate. Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia Política. ISSN 1806-9029, v. 10, n. 2 (16), 1999.

BCB - BANCO CENTRAL DO BRASIL. Taxa de Câmbio. Disponível em: http://www.bcb.gov.br/htms/infecon/Seriehist.asp. Acesso em 07 de abril de 2018.

BCB – BANCO CENTRAL DO BRASIL. Cotações e Boletins. Disponível em: http://www4.bcb.gov.br/pec/taxas/port/ptaxnpesq.asp?id=txcotacao. Acesso em 16/04/2018.

BCB - Banco Central do Brasil. Notas Explicativas ao Balanço de Pagamentos. Disponível em: http://www.bcb.gov.br/ftp/infecon/NotasExplBPM5.pdf. Acesso em 20 de junho de 2018.

BM&FBOVESPA - A B3 S.A. – Brasil, Bolsa, Balcão. Disponível em: http://www.bmfbovespa.com.br/pt_br/institucional/imprensa/ultimos-releases/ibovespa- 6.htm. Acesso em: 07 de abril de 2018.

BRUM, A. L.; ZILIO, M. Aspectos da evolução do Câmbio No Brasil, Erechim: Perspectiva, 1990-2011.

CLETO, C. I; DEZORDI, Lucas. Políticas econômicas, Curitiba: Coleção gestão empresarial, caderno, v. 2, 2002.

CVM – COMISSÃO DE VALORES IMOBILIÁRIOS. O Papel da CVM. Disponível em:

https://investidor.cvm.gov.br/menu/primeiros_passos/papel_CVM.html. Acesso em: 16 de abril de 2018.

FACHADA, P. Inflation Targeting in Brazil: Reviewing Two Years of Monetary Policy 1999/00. Central Bank of Brazil, Working Paper Series, n°25. Agosto de 2001.

GONTIJO, C. Moeda, juros e nível de preços: uma abordagem clássica, Rio de Janeiro: Revista Brasileira de Economia, p. 2-97, 1997.

GRÔPPO, G. D. S. Relação dinâmica entre Ibovespa e variáveis de política monetária, São Paulo: Revista de Administração de Empresas, v. 46, n. SPE, p. 72-85, 2006.

LEITE, A. R.; COSTA, R.R; MONTE, P. A. Análise da Causalidade Entre o Ibovespa e a Taxa de Câmbio em um Contexto de Crise, São Paulo: Pensamento & Realidade. Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Administração-FEA. ISSN 2237-4418, v. 27, n. 4, 2012.

LOPES, N. G. M. A promoção comercial brasileira de 1995 a 2010, Brasília: Centro Universitário de Brasília UniCEUB, 2011.

LOPES, W. F. Ibovespa rompe 80 mil pontos pela 1ª vez na história: Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (Ibmec), São Paulo: Entrevista concedida a Veja, 2018.

MACHADO, Daniel J. Introdução à pesquisa científica – Como ler, escrever e apresentar artigos científicos, São Paulo, MBA em Finanças e Controladoria, 2017.

MONTEIRO, B. R. L. G, et. al. Um estudo econométrico sobre as variáveis macroeconômicas e sua relação com o Ibovespa no período julho de 1996 até dezembro de 2013, Minas Gerais: XIII SEGet Simpósio de Excelência em Gestão e Tecnologia, 2013.

MORTATTI, C. M; MIRANDA, S. H. G.; BACCHI, M. R. P. Determinantes do comércio Brasil-China de commodities e produtos industriais: uma aplicação VECM, São Paulo: Revista Economia Aplicada, v. 15, n. 2, p. 311-335, 2011.

NAKABASHI, L.; CRUZ, M. J. V.; SCATOLIN, F. D. Efeitos do câmbio e juros sobre as exportações da indústria brasileira, Rio de Janeiro. Revista de Economia Contemporânea, v. 12, n. 3, p. 433-461, 2008.

PASTORE, A. C.; PINOTTI, M. C. Globalização, fluxos de capitais e regimes cambiais: reflexões sobre o Brasil, São Paulo. Estudos Econômicos, v. 30, n. 1, p. 5-26, 2016.

PONTES, A. C. F. Ensino da correlação de postos no ensino médio, Acre: Anais do 19º Simpósio Nacional de Probabilidade e Estatística, 2010.

SALOMÃO, M. As âncoras nominais e o combate à inflação, Curitiba: Revista FAE, v. 6, n. 1, 2017.

SEABRA, F. O modelo de bandas cambiais e a variabilidade da taxa de câmbio, São Paulo. Estudos Econômicos, v. 28, n. 2, p. 199-224, 2016.

SILVA, M. L. F. Plano Real e âncora cambial, São Paulo. Revista de economia política, v. 22, n. 3, p. 3-24, 2002.

SMITH, A. A riqueza das nações: uma investigação sobre sua natureza e suas causas, São Paulo. Abril Cultural, 1983.

SPE, Secretaria de Política Econômica – Ministério da Fazenda, Balanço de Pagamentos. Disponível em: http://www.spe.fazenda.gov.br/ conjuntura-economica/setor- externo/arquivos/ie-2016-06-24-balanco-de-pagamentos.pdf. Acesso em: 07 de abril de 2018.

SPEARMAN C. The proof and measurement of association between two things, American: Journal of Psychology 1904;15:72–101. Reprinted, Int J Epidemiol, 2010, vol. 39.

STANDARD AND POOR’S S&P GLOBAL RATINGS. Classificação de Riscos. Disponível em: https://www.standardandpoors.com/en_US/web/guest/ratings/entity/-/org- details/sectorCode/SOV/entityId/109902. Acesso em: 16 de abril de 2018.

VASCONCELLOS, M. A. S.; GARCIA, M. E. Fundamentos de Economia, São Paulo: Saraiva, 2004.

VICECONTI, P. E. V.; NEVES, S. Introdução à Economia, São Paulo. 12.ed. Saraiva, 2013.




DOI: https://doi.org/10.23925/cafi.v1i2.41302

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

A Revista CAFI apoia a Declaração de São Francisco sobre Avaliação de Pesquisa (DORA)

 Cirad assina a Declaração de São Francisco sobre a avaliação da pesquisa (DORA). Logo da iniciativa DORA



Indexadores

Conforme Qualis único de  2017-2018 (divulgado em 2019)


 

 

 

logo

 

Diretórios 

 

 

 

 

Creative Commons

 

A Revista Cafi adota a licença do CC-BY Creative Commons Attribution 4.0

 


ISSN 2595-1750