NISHIDA e a tristeza profunda

José Manuel Heleno

Resumo


 O nosso objetivo é chamar a atenção para o pensamento de Nishida Kitarô, filósofo japonês unanimemente reconhecido pela sua originalidade e pela forma como relacionou a tradição do budismo zen e a filosofia ocidental. As noções de lugar (basho), identidade absolutamente contraditória, autodespertar e outras, traduzem uma reflexão que merece a nossa ponderação. Num mapa conceptual diversificado, optámos por nos centrar na noção de tristeza profunda, capaz de revelar algumas das nuances do pensar nishidiano. 


Palavras-chave


Lógica, basho, autodespertar, tristeza profunda

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/poliética.v6i2.32730

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Indexadores: LivRe; Sumários.org; Latindex