O trágico e o sublime segundo Friedrich Schiller

Henrique Franco Morita, Ulisses Razzante Vaccari

Resumo


Este trabalho é um esforço de interpretação do conceito de sublime em Friedrich Schiller. Para tanto, dedica-se ao estudo de dois textos deste autor: 1) Do sublime (Para uma exposição ulterior de algumas ideias kantianas), de 1793, e 2) Sobre o sublime, de 1801. Tais textos encontram-se em Do sublime ao trágico (2011), edição brasileira, organizada por Pedro Süssekind. O texto mais detidamente explorado aqui é o segundo, de 1801, embora o trabalho se inicie com o texto de 1793, procurando encontrar a influência de Immanuel Kant sobre as concepções schillerianas – aqui fazendo-se notar o papel da tragédia como elemento a influenciar sua concepção própria de sublime. Expõe-se, assim, a interpretação da estética kantiana trazida por Schiller em Do sublime e, em seguida, passa-se a Sobre o sublime – buscando-se compreender as bases da educação estética do homem.

Palavras-chave


Sublime. Trágico. Estética.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/poliética.v8i2.51091

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Indexadores: LivRe; Sumários.org; Latindex