Spinoza em Ondjaki: a essência do desejo em O assobiador

Márcia Manir Miguel Feitosa

Resumo


A literatura de expressão portuguesa produzida em Angola, após a independência da metrópole e a guerra civil que perdurou de 1975 a 2002, tem canalizado esforços para além da militância política e identitária, elucidando temas universais que transparecem o lirismo e a expressividade poética de seus autores. É o que evidenciamos em Ondjaki, especialmente, na sua novela O assobiador (2016), construída sob o lema da epifania, do mistério e do desejo. À luz da Ética (2009), de Spinoza, em que se destacam a origem e a natureza dos afetos, empreenderemos uma análise da essência do desejo, designado por Spinoza como apetite, vontade ou impulso, nos comportamentos e atitudes dos personagens, deslumbrados com o assobio que varre a igreja e inunda os corações, reavivando memórias e desvelando segredos. Nosso aporte teórico incorrerá também em pesquisadores da literatura angolana, a exemplo de Padilha (1995) e Macêdo (2008).


Palavras-chave


Ondjaki; Spinoza; desejo; literatura africana de expressão portuguesa

Texto completo:

PDF

Referências


BÍBLIA SAGRADA. Trad. João Ferreira de Almeida. São Paulo: Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil, 1995.

CAMPOS, Karine Miranda. A paratextualidade e os mitos: uma questão identitária na novela O assobiador, de Ondjaki. 2012. 112f. Dissertação (Mestrado em Letras) Centro Universitário Ritter dos Reis, Faculdade de Letras, Porto Alegre.

CHEVALIER, Jean; GHEERBRANT, Alain. Dicionário de símbolos. Trad. Vera da Costa e Silva et al. 9ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1995.

MACÊDO, Tania. Luanda, cidade e literatura. São Paulo: Editora UNESP; Luanda (Angola): Nzila, 2008.

ONDJAKI. O assobiador. Rio de Janeiro: Pallas, 2016.

PADILHA, Laura Cavalcante. Entre voz e letra: o lugar da ancestralidade na ficção angolana do século XX. Niterói, RJ: EDUFF, 1995.

POLLAK, Michael. Memória e identidade social. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, vol. 5, n. 10, 1992, p. 200-212.

SECCO, Carmem Lucia Tindó Ribeiro. ContraCorrente entrevista: Ondjaki. Revista ContraCorrente: Revista do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas. N.2, p. 245-256, 2011.

SILVEIRA, Regina da Costa. O animismo e a arte de narrar em O assobiador, de Ondjaki. Veredas, 13. Revista Internacional de Lusitanistas. Santiago de Compostela: AIL, p. 143-156, 2010.

SPINOZA. Ética. Trad. Tomaz Tadeu. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2009.




DOI: https://doi.org/10.23925/poliética.v8i2.52124

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Indexadores: LivRe; Sumários.org; Latindex