Enteroparasitoses em coletores de lixo público do município de Sorocaba, São Paulo. Fatores socioeconômicos e cultural e repercussões clínicas

Lina Maria De Petrini da Silva Coelho, Carlos Yoshizaki Dini, Mauro Henrique de Sá Adami Milman, Sônia Maria de Oliveira, Tuffi Aidar Sobrinho, Neil Ferreira Novo

Resumo


Introdução: A incidência das enteroparasitoses está relacionada principalmente com fatores socioeconômicos e cultural, podendo levar a repercussões sistêmicas e clínicas de graus variáveis. Objetivo: Determinar a freqüência de parasitoses intestinais em coletores de lixo público do município de Sorocaba, correlacionando-a às condições socioeconômicas e culturale com os sintomas encontrados. Metodologia: Foram realizados exames coproparasitológicos em 106coletores, no período de agosto de 1998 a junho de 1999. Investigaram-se as condições socioeconômicas e cultural e os sintomas, utilizando-se questionários. Realizou-se o exame físico geral. Os coletores parasitados foras tratados, submetidos a novos exames de fezes e clínicos. Resultados: Foram encontrados enteroparasitas em 33% (35) dos indivíduos analisados, dos quais 31,4% estavam poliparasitados. Os parasitas mais freqüentes foram Ascaris lumbricoides (12,3%), Giárdia lamblia (9,4%), ancilostomídeos (8,5%) e Trichuris trichiura (6,6%). Não houve diferenças socioeconômicas e cultural. O sobrepeso foi menos freqüente nos coletores positivos. Foram medicados 23 trabalhadores que não apresentaram enteroparasitoses nos exames posteriores. Nos trabalhadores parasitados e incidência de cefaléia reduziu-se significamente de 34,7% para 8,7% após o tratamento. Conclusões: As enteroparasitoses acometem cerca de 1/3 dos coletores de lixo público do município de Sorocaba. O quadro clinico das enteroparasitoses é frusto com sintomas inespecíficos como a cefaléia. A ocorrência de sobrepeso é menor em parasitados.


Palavras-chave


enteropatias parasitárias; fatores socieconômicos; catadores

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.