Análise da onda U do eletrocardiograma: sua presença, características e correlação com situações clínicas

Marcelo Tetsuo Ikegami, Ricardo Cairo de Camargo, Luciano Jorge Alves, Fernando Sampaio, Hudson Hübner França

Resumo


As ondas do eletrocardiograma (ECG) são denominadas em ordem alfabética começando pela onda P, o complexo QRS, a onda T e a onda U. A onda U é um evento diastólico e sua gênese não está clara. Anormalidades da onda U incluem, amplitude aumentada, prolongamento e inversão. O estudo compreendeu a análise do ECG de 569 pacientes do ambulatório de cardiologia. A presença da onda U foi correlacionada com situações clínicas diversa como valvopatias, insuficiência coronariana, hipertensão arterial, miocardiopatia e indivíduos sem patologia evidente. No presente estudo, a onda U foi identificada em 146 pacientes. Com relação à derivação em que foi registrada, a mais freqüente foi V, e a faixa etária mais freqüente foi de 41 a 60 anos. A onda U apresentou-se positiva em 135 pacientes e negativas em 11; destes 7 tinham hipertensão artérias e, 4 insuficiência coronariana. A média de duração da onda U foi de 80 a 120 milissegundos e sua amplitude variou de 10 a 30 milivolts. Comenta-se sobre a gênese da onda U, do seu significado como expressão de potencias tardios do miocárdio e de seu possível papel no desenvolvimento de arritimias cardíacas. A onda U merece portanto, atenção, uma vez que suas características podem ser indicativas de patologia cardíaca.

Palavras-chave


eletrocardiograma; eletrocardiografia; cardiopatias; onda U

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.