Aneurisma roto de artéria comunicante anterior: relato de caso

Paulo Henrique Pires Aguiar, Caroliny Evangelista, Carolina Daniela Ricci, Bianca Caroline Alvim Tomaz

Resumo


Introdução: Aneurismas cerebrais ocorrem em 3% a 5% da população e são caracterizados pela deterioração estrutural da parede arterial, com perda da lâmina elástica interna e interrupção da camada média. A artéria comunicante anterior é o local mais comum desta patologia e a sua ruptura é responsável por aproximadamente 40% de Hemorragia Subaracnóidea (HSA) aneurismática. Objetivos: Apresentar o caso de um paciente que apresentou Aneurisma de Artéria Comunicante Anterior, com ruptura e evolução para HSA. Metodologia: O caso foi acompanhado no Hospital Regional de Sorocaba, sendo sua descrição embasada na literatura. Relato de caso: Paciente do sexo masculino, 49 anos, sem comorbidades. Admitido no Pronto Atendimento da Zona Norte de Sorocaba, apresentando cefaleia de início súbito e forte intensidade há 2 horas, acompanhada de vômitos, alterações visuais e boca torta (SIC). Apresentava-se consciente, hipertenso, com perda de força em membros inferiores. Encaminhado a Santa Casa de Sorocaba com a hipótese diagnóstica de acidente vascular cerebral. A tomografia computadorizada de crânio mostrou HSA Fisher III. Paciente evoluiu com afasia motora e perda de movimentação do lado direito do corpo, realizou-se angiografia cerebral que demostrou aneurisma de Comunicante Anterior. Transferido para o Hospital Regional de Sorocaba para a Microcirurgia de Clipagem Aneurismática. Conclusão: A principal complicação do Aneurisma Cerebral é a ruptura deste, tendo como resultado a HSA. Estima-se que 20% a 30% destes pacientes morrem antes de chegar à atenção médica, outros apresentam coma ou sequela neurológica grave. Portanto, o diagnóstico e a terapêutica precoces determinam o prognóstico da patologia.

Palavras-chave


aneurisma; hemorragia subaracnóidea; neurocirurgia

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba. ISSN eletrônico 1984-4840



Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.