Carcinoma papilífero de tireóide associado à tireoidite de hashimoto: relato de caso

Autores

  • Inês Maria Crespo Gutierres Pardo
  • Amanda Sejtman Guttmann Acadêmico, Medicina, FCMS/PUC-SP
  • Denise Temoteo da Rocha Residente, Pediatria, FCMS/PUC-SP

Palavras-chave:

tireoidite, carcinoma, Hashimoto, papilífero

Resumo

Introdução: A tireoidite de Hashimoto é o tipo de hipotireoidismo primário adquirido de causa auto-imune mais comum em região não-carente de iodo. Já o carcinoma papilífero de tireóide é o tipo mais comum de câncer de tireóide diferenciado na infância. Embora exista controvérsia na literatura quanto à associação entre Carcinoma Papilífero de Tireoide (CPT) e Tireoidite de Hashimoto (TH), vários estudos detectaram incidência aumentada deste tipo de câncer em pacientes com TH. Objetivos: relatar o caso de uma paciente pediátrica com TH que desenvolveu CPT. Metodologia: revisão de dados obtidos e analisados do prontuário médico e pesquisa bibliográfica. Relato de caso: L. P, nascida em 25/07/1999, sexo feminino, foi encaminhada ao ambulatório de endocrinologia infantil da Policlínica Municipal de Sorocaba aos 9 anos de idade, devido ao desenvolvimento precoce de características sexuais secundárias, com aparecimento de pelos pubianos e de telarca há 1 ano. Ao exame físico, constatou-se desenvolvimento puberal segundo a classificação de Tanner, M3 P3 e tireóide palpável. Através de exames laboratoriais, foi diagnosticada com tireoidite de Hashimoto. Após 2 anos de tratamento, constatou-se aumento de tireóide em USG, diagnosticado como nódulo benigno em PAAF. No entanto, após 5 anos de seguimento, foi observada a presença de nódulo maligno, identificado como carcinoma papilífero da tireóide. Paciente foi submetida à tireoidectomia total com esvaziamento paratraqueal, devido as metástases em linfonodos. Após a cirurgia a paciente evoluiu bem, sem intercorrências e sem evidências de metástases funcionantes de carcinoma diferenciado de tireóide. Conclusão: É importante que os profissionais de saúde fiquem atentos à possibilidade de associação do CPT com a TH, quando houver mudança no padrão ultrassonográfico com a presença de linfoadenopatia cervical significativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Inês Maria Crespo Gutierres Pardo

Docente, Medicina, FCMS/PUC-SP

Publicado

2016-10-07

Como Citar

Pardo, I. M. C. G., Guttmann, A. S., & Rocha, D. T. da. (2016). Carcinoma papilífero de tireóide associado à tireoidite de hashimoto: relato de caso. Revista Da Faculdade De Ciências Médicas De Sorocaba, 18(Supl.), 30. Recuperado de https://revistas.pucsp.br/index.php/RFCMS/article/view/29710