Rabdomiólise secundária a dengue: um relato de caso

Ronaldo D'ávila, Danilo Passaro Pires de Mello, Guilherme Jorge Mattos Miguel, Victor Reis Guil, Mateus Calixto Colturato, André Cannetieri Rubez

Resumo


INTRODUÇÃO: A rabdomiólise é a destruição rápida de músculo esquelético causada por fatores físicos, químicos ou biológicos. Esta lise leva à liberação de alguns produtos, como a mioglobina, para a circulação, podendo levar à insuficiência renal aguda. OBJETIVO: Relatar o caso de um paciente com rabdomiólise maciça secundária à uma infecção pelo virus da dengue em um hospital terciário. METODOLOGIA: Análise do prontuário e revisão da literatura. RELATO DO CASO: JSB, masculino, 72 anos, hipertenso, diabetico, tabagista, com DPOC, admitido no serviço com história de fraqueza generalizada associada à tosse produtiva há um dia, sendo realizada hipótese diagnostica de DPOC exacerbada. Foi iniciado Levofloxacino, sem melhora do quadro infeccioso. Posteriormente, foram solicitados sorologias para leptospirose, hantavirose e dengue, sendo a última positiva. Evoluiu para insuficiência renal aguda, com exames na entrada de CPK: 26580, uréia 219, creatinina 11. Paciente foi internado em UTI onde permaneceu por 30 dias, realizando hemodiálise durante um period de 23 dias. Recebeu alta com deficit de função renal (CR 2,4; Ur 61) e foi encaminhado ao ambulatório de nefrologia. CONCLUSÃO: A rabdomiólise pode cursar com quedas muito abruptas da função renal. Em um quadro de dengue isso geralmente não ocorre, sobretudo na intensidade vista no paciente acima. Em locais onde a dengue é comum, pacientes devem ser acompanhados de perto pois os quadros podem ser muito graves e necessitar de suporte imediato e internação em UTI.


Palavras-chave


rabdomiólise; dengue

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba. ISSN eletrônico 1984-4840



Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.