Avaliação histopatológica das queimaduras de 2º grau em dorso de ratos tratadas com curativo de celulose bacteriana

Décio Luís Portella, Guilherme Frederico Ferro Alves, Gustavo Meirelles dos Santos, Tales Barione Reginaldo

Resumo


INTRODUÇÃO: Recentemente curativos com celulose bacteriana(CB) estão sendo utilizados como cobertura para tratamento de queimaduras e representam grande avanço na área de biomateriais OBJETIVOS: Elucidação sobre os aspectos cicatriciais e de epitelização das queimaduras tratadas com CB MÉTODOLOGIA: Foram provocadas queimaduras de 2o grau por escaldo em 24 ratos Wistar sp. tratadas com CB Bionext® ou solução fisiológica 0,9%, no controle. Posteriormente foi realizada aferição da espessura de epiderme e avaliação imunohistoquímica com os marcadores α-actina e Fator de VonWillebrand RESULTADOS: As avaliações não evidenciaram diferença estatística significativa em relação à presença de miofibroblastos p=0,7816 e IC95%= -10,9 a 8,3, neovascularizacão p=0,7465 e IC95%= -7,21 a 5,24 e espessura epidérmica p=0,5849 e IC95%= -18,45 a 32,62 entre os grupos tratados com CB e solução fisiológica 0,9% CONCLUSÃO: Não foi evidenciado diferença estatística significativa em relação ao grupo tratado com CB e o controle.

Palavras-chave


queimadura; escaldo; celulose bacteriana; α- actina; fator de VonWillebrand

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba. ISSN eletrônico 1984-4840



Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.