Tratamento não operatório do trauma abdominal contuso e do trauma penetrante do quadrante superior direito do abdome

José Mauro da Silva Rodrigues, Túlio Melo Oliveira, Leticia Buzacarini Alvim

Resumo


Introdução: No trauma contuso de abdome, o estado hemodinâmico e o resultado da TC – Tomografia Computadorizada de abdome são determinantes para a definição das estratégias terapêuticas. Nas últimas décadas, tem aumentado o TNO – Tratamento Não Operatório para o tratamento dos traumas abdominais contusos e penetrantes, principalmente no QSD – Quadrante Superior Direito do abdome. Objetivos: Avaliar os resultados do TNO para o trauma abdominal contuso e penetrante do QSD do abdome e propor um protocolo de conduta para esses traumas. Metodologia: Analisamos prontuários das vítimas de trauma abdominal de setembro de 2016 a abril de 2017. Foram anotados os dados da avaliação inicial e incluídos todos os estáveis hemodinamicamente e foram submetidos a TC de abdome, avaliando-se a conduta e a evolução dos pacientes. Resultados: Incluímos 27 prontuários. A faixa etária predominante foi 50-59 anos (33%) e o sexo masculino (55%). Quanto ao mecanismo de trauma, foram 24 contusos: colisões 9 (33%), atropelamentos 9 (33%), quedas de altura 6 (22%) e 3 penetrantes do QSD: ferimentos por arma de fogo 2 (7%) e por arma branca 1 (5%). A TC dos 27 pacientes apresentou: 16 (60%) traumas contusos sem alterações, 2 (7%) traumas de bexiga que foram submetidos a cirurgia e 9 (33%) permaneceram em TNO: 6 com trauma contuso, sendo que 1 foi operado por manifestar instabilidade hemodinâmica e 3 com trauma penetrante do QSD. Conclusão: Apesar do pequeno número de casos com trauma penetrante do QSD do abdome, os dados confirmam a possibilidade de realização do TNO para essas vítimas. Assim, propomos a realização da TC de abdome para todos os pacientes com trauma abdominal contuso com grande transferência de energia e para o trauma penetrante do QSD do abdome, diminuindo a morbidade e aumentando a qualidade do atendimento.

Palavras-chave


traumatismos abdominais; mortalidade; morbidade

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.