Dengue: abastecimento de água no Estado de São Paulo

Ana Freitas Ribeiro, Rebecca Gallardo Franco de Andrade, Gabriela V. Endrice, Isadora S. Pertinhez, Fabio Miranda Junqueira

Resumo


Introdução: A dengue é uma doença infecciosa viral com quatro sorotipos, transmitida pelo vetor Aedes aegypti. Atinge as regiões tropicais do mundo, sendo endêmica em mais de 100 países. A urbanização, temperatura, umidade e mudanças climáticas contribuem para infestação e consequentemente aumento da doença. As medidas de controle incluem a eliminação dos criadouros, vigilância dos casos e manejo clínico adequado para redução da letalidade. Objetivos: Avaliar a correlação da incidência da dengue e o abastecimento público de água. Justificativa: Em 2015, a crise hídrica que ocorreu no Estado de São Paulo foi acompanhada da maior incidência de dengue no Estado de São Paulo. Metodologia: Estudo ecológico a partir de informações dos bancos de dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação-SINAN, disponíveis no site do CVE e da Secretaria de Abastecimento de Água do Estado de São Paulo-SABESP. As variáveis estudadas foram os coeficientes de incidência de dengue, segundo porte de municípios e proporção de abastecimento de água. Foram calculados os coeficientes de correlação de spearman, utilizando o programa SPSS. Para o município de São Paulo as análises foram realizadas por distrito. Análise dos dados: Em 2015, no Estado de São Paulo foram confirmados 657.146 casos, com incidência de 1480,18 por 100.000 habitantes. A análise da incidência de dengue e níveis de abastecimento de 2005 a 2015 em 539 municípios do Estado de São Paulo mostrou correlação positiva em 15,03% (81). Em 2015, no Município de São Paulo, a incidência de dengue segundo distrito administrativo apresentou correlação nos distritos abastecidos pelos sistemas Cantareira e Alto Tietê, que apresentavam em outubro de 2015 índices de armazenamento de 12,6% e de 14,6%, respectivamente.

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.