Estudo epidemiológico retrospectivo do trauma ortopédico no Conjunto Hospitalar de Sorocaba

Luiz Ângelo Vieira, Dante Hideo Uemura

Resumo


Introdução: O trauma é um importante problema de saúde pública mundial devido às altas taxas de morbimortalidade e afetar diretamente a população economicamente ativa. Ele é responsável por quase metade do número de internações hospitalares, representando um grave problema de saúde pública. Os traumas ortopédicos mais frequentes no Brasil são causados por quedas, acidentes de trânsito e violência. Objetivos: Conhecer o perfil epidemiológico do trauma ortopédico atendido no Conjunto Hospitalar de Sorocaba, para possibilitar um planejamento adequado no atendimento, na redução dos custos e no estabelecimento de medidas preventivas. Material e métodos: O estudo em questão considerou os traumas em pacientes exclusivamente atendidos no serviço de emergência de traumatologia e ortopedia do Conjunto Hospitalar de Sorocaba através da coleta de dados dos prontuários e análise e quantificação dos resultados no período de 24 meses. O perfil foi estabelecido a partir da análise do sexo, idade, CID secundário, tratamentos realizados, tempo de internação e seguimento desses pacientes. Resultados: O perfil epidemiológico dos pacientes vítimas de trauma ortopédico foi formado majoritariamente por indivíduos do sexo masculino, adultos, vítimas de trauma por acidentes de trânsito, que necessitaram de tratamento com intervenção cirúrgica, permaneceram no hospital durante dois a três dias e o deixaram por alta melhorada. Discussão e conclusões: Os resultados do estudo são compatíveis com os dados encontrados na literatura, exceto pelo fato de no Brasil a principal causa de trauma ortopédico são as quedas. O perfil traçado corresponde, na maioria dos aspectos, ao perfil nacional, possibilitando um direcionamento das medidas públicas de prevenção para os principais fatores causadores de trauma, como acidentes de trânsito e acidentes domésticos.

Palavras-chave


traumatologia; epidemiologia; acidentes; fraturas ósseas

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.