Análise retrospectiva de comparação entre métodos subjetivos e objetivos na avaliação de pacientes submetidos a cirurgias funcionais nasais a longo prazo

José Jarjura Jorge Junior, Francis Lino Vidotto Mantovaneli, Ricardo Cassago Filho

Resumo


A sensação de desconforto em pacientes acometidos pela obstrução nasal afeta diretamente a qualidade de vida. O tratamento cirúrgico funcional nasal (turbinectomia e septoplastia) é uma escolha eficaz para a melhoria da obstrução. Para a avaliação da obstrução nasal podem ser utilizados métodos subjetivos, como por exemplo: EVA (Escala Visual Analógica) e NIS (Nasal Index Score), objetivo, como Peak Flow. Que foram as técnicas utilizadas nessa pesquisa. O Objetivo dessa análise foi comparar, através de um estudo retrospectivo, os métodos subjetivos com o método objetivo de avaliação da função nasal dos pacientes submetidos a cirurgias nasais. Foram analisados os prontuários de pacientes submetidos a cirurgias nasais no Hospital Santa Lucinda da PUC-SP, através dos métodos acima descritos, em três momentos: pré-operatório (Pré) e pós-operatório inicial (35 a 45 dias – Pós1), e comparados com o pós-operatório de longo prazo (12 a 18 meses – Pós2). Para análise estatística, utilizamos a média aritmética, mediana, mínimo e máximo e desvio-padrão através do teste não paramétrico de Wilcoxon.A cirurgia funcional apresentou melhora: na média geral, de 35,78% na escala NIS; 50,7% na escala EVA; e 40,1% no Peak Flow, resultando um aumento médio do pico de fluxo inspiratório em 25,48L / min, comparando o Pré com Pós2. Os métodos comparados apresentaram, através do teste de Wilcoxon, significância estatística em relação aos períodos Pré, Pós1 e Pós2, pois seus valores encontraram IC95% (p-valor ≤ 0,05). Portanto, os métodos subjetivos e objetivo, apresentaram resultados sinérgicos quanto à melhora ou piora do paciente, sugerindo equivalência qualitativa entre eles. Esses resultados estão em concordância com a literatura pesquisada. As cirurgias funcionais nasais demonstraram serem eficazes no tratamento de disfunções nasais. Pois, apresentaram êxito no aumento da permeabilidade nasal, alívio dos sintomas e melhora na qualidade de vida do paciente à curto (30 dias) e longo prazo (18 meses).


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.