Reconstrução palpebral com retalho de Mustardé

Décio Luis Portella de Campos, Mariana Fidelis Solla, Diego Gardenal Alcântra, Orlando José Avalos Franco, Gilmar Veloso Júnior, Hamilton Aleardo Gonella

Resumo


Introdução: Os tumores malignos da pele têm uma elevada incidência em nosso país, devido à exposição solar intensa, principalmente em idosos. São frequentes tumores localizados na região palpebral, correspondendo a 40% dos tumores malígnos da região periorbital, e 90% deles são tumores das pálpebras inferiores. O tipo histológico mais comum é o carcinoma basocelular, seguido do epidermóide, que corresponde a 8-10% dos casos. A cirurgia é o melhor tratamento, muitas vezes com um fechamento primário da região. No entanto, dependendo do tamanho da lesão, pode ser necessária a reconstrução com o auxílio de retalhos. Objetivos: Analisar a técnica de reconstrução da pálpebra inferior com retalho de Mustardé ou de avançamento. Métodos: Foram analisados 4 pacientes com lesão neoplásica pálpebra inferiorl. Os tumores foram confirmados após a exérese com exame histopatológico, sendo dois carcinomas basocelulares (CBC) e dois carcinoma espinocelular (CEC). Os pacientes foram fotografados no pré e no pósoperatório seguindo o mesmo padrão e com a mesma câmera. Todos os pacientes foram encaminhados para o tratamento no Serviço de Cirurgia Plástica da Policlínica de Sorocaba. Em todos os pacientes foi realizada ressecção tumoral seguida de uma reconstrução da região com a técnicas descritas por Mustardé. Resultados: Os quatro apresentaram a cura da neoplasia. E a reconstrução uma ótima funcionalidade e bom resultado estético, e a Conclusão: A técnica de Mustardé foi descrita durante a Segunda Guerra Mundial e até os dias atuais é considerada uma das melhores opções para lesões extensas na pálpebra inferior.

Palavras-chave


neoplasias cutâneas; retalhos cirúrgicos; reconstrução palpebral

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.