Fisioterapia para o tratamento do linfedema no pós-operatório de mastectomia: revisão de literatura

Autores

  • Mariana Nolde Pacheco Grupo Hospitalar Conceição
  • Adriano Detoni Filho
  • Denizar Alberto da Silva Melo PUC-RS

Palavras-chave:

neoplasias da mama, fisioterapia, linfedema, mastectomia

Resumo

O câncer de mama é o mais comum e temido entre as mulheres e que, na maioria da população brasileira, é diagnosticado em estágios mais avançados, causando transtornos emocionais, físicos e sociais. A principal complicação gerada pelo tratamento cirúrgico do câncer de mama é o linfedema. O objetivo desse estudo foi verificar a importância da fisioterapia na redução do linfedema após o tratamento cirúrgico do câncer de mama através de uma revisão bibliográfica, para a qual foram lidos e analisados 25 artigos buscados diretamente nas bases de dados MEDLINE, LILACS, SciELO e PUBMED a partir do ano 2000. Com os resultados obtidos nesse estudo foi possível concluir que a fisioterapia é importante na recuperação das mulheres mastectomizadas em todas as fases do tratamento. Porém, os melhores resultados aparecem quando há intervenção precoce da equipe fisioterapêutica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Mariana Nolde Pacheco, Grupo Hospitalar Conceição

Fisioterapeuta residente em Onco-Hematologia - Grupo Hospitalar Conceição

Adriano Detoni Filho

Educador físico pós-graduando em Ciências da Saúde e do Esporte

Denizar Alberto da Silva Melo, PUC-RS

Professor e Coordenador do Curso de Fisioterapia da PUC-RS.

Downloads

Publicado

2011-12-22

Como Citar

Pacheco, M. N., Detoni Filho, A., & Melo, D. A. da S. (2011). Fisioterapia para o tratamento do linfedema no pós-operatório de mastectomia: revisão de literatura. Revista Da Faculdade De Ciências Médicas De Sorocaba, 13(4), 4–7. Recuperado de https://revistas.pucsp.br/index.php/RFCMS/article/view/5572

Edição

Seção

Revisão