Retificação do segmento ST do eletrocardiograma

Hudson Hubner França, Raquel Aparecida de Oliveira, Renata de Abreu Pedra

Resumo


Objetivo: definir a incidência da retificação do Segmento ST do eletrocardiograma (ECG) e procurar esclarecer seu significado e patogenia. Métodos: foram analisados 130 traçados eletrocardiográficos de pacientes com diagnósticos clínicos diferentes. Para a análise estatística foram usados o Teste Kappa de concordância e o Qui-quadrado. Resultados: a retificação do Segmento ST foi encontrada em 78 traçados (60%) e não mostrou concordância estatística com nenhum diagnóstico clínico em particular. Conclusão: os autores concluem que a retificação do Segmento ST representa um retardo na repolarização ventricular, podendo levar a uma repolarização incompleta, provocada por agentes patogênicos diversos e que seria captado pela derivação do ECG correspondente àquela zona do miocárdio afetada.


Palavras-chave


remodelação ventricular; eletrocardiografia; cardiopatias

Texto completo:

PDF

Referências


Rabiña P. Diagnóstico eletrocardiográfico precoce de la hipertrofia ventricular isquierda. Arq Inst Cardiol Mex. 1949; 19(3):373-90.

Oliveira Filho JA, Luna Filho B, Salles T, Brito R, Palma L, Barbieri A, et al. Teste de esforço: alterações do segmento ST restritas à fase de recuperação. Rev Assoc Med Bras. 1999; 45(2):137-41.

Lepeschkin E. Modern electrocardiography. Baltimore: Williams & Wilkins; 1951. p. 172.

Burch GE, Winsor T. A primer of electrocardiography. Philadelphia: Lea & Febiger; 1951.

Friedberg CK. Diseases of the heart. Philadelphia: Saunders, 1966.

Parmley WW, Chatterjee K. Cardiology. Philadelphia: Lippincott; 1997.

Tikian AG, Schroeder JS, Kao J, Hultgren H. Effect of lithium on cardiovascular performance: report on extended ambulatory monitoring and exercise testing before and during lithium therapy. Am J Cardiol. 1976; 38(6):701-8.

Armaganijan D, Abud RL, Meneghelo RS. Avaliação cicloergometrica do diltiazen na angina do peito estável. RBM Rev Bras Med. 1994; 51(8):1166-9.

Batlouni M, Armaganijan D, Campos CR. Avaliação clínico-ergométrica do maleato de timolol na angina estável: estudo duplo-cego, aleatório e cruzado. Arq Bras Cardiol. 1986; 46(2):143-6.

Braunwald E. Heart disease. Philadelphia: Saunders; 1980.

Park MH, Mehra MR. Pulmonary hypertension. J Am Coll Cardiol. 2012: 59(3):222-31.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.