Stand up Clown: pontos de contato entre as práticas do stand up comedy e do palhaço

Thiago Henrique Fernandes Coelho, Ana Elvira Wuo

Resumo


Esse estudo surge a partir do interesse do autor em relação ao tema comédia, a aliado as experiências em disciplinas no curso de teatro. A proposta do projeto inicial teve como uns dos objetivos o levantamento bibliográfico sobre a história da comédia nas bibliotecas e redes sociais. Contudo, em conversas realizadas na orientação, e participação em vivências no grupo de pesquisa sobre comicidade[1] e também na observação dos palhaços em visitas no hospital, do projeto de extensão “Pediatras do Riso”[2]. A partir da práxis e reflexões teóricas descritas acima observou-se as formas diferenciadas com que as duas linhas de trabalho se apresentam para uma plateia, por esse motivo surgiu o interesse de tentar estudar outras formas de comicidade tais como o stand up. Relacionar o stand up com o palhaço,  agregando um trabalho de campo em convivência com os palhaços e o próprio autor da pesquisa participando como palhaço no hospital. Para tal, dá-se uma breve definição da etimologia da palavra palhaço e um breve resumo da história do stand up. Com isso, foi definido categorias de observação para tentar tecer comparações, tais como: corporal, textual, temática, crítica e a recepção.

Com base no estudado e discutido, considere-se que um dos pontos que mais liga o stand up com o palhaço/clown é a naturalidade/espontaneidade, também o fato de os dois  não terem medo de se colocar como ridículos.. A exposição das fraquezas, do fracassar na vida, que são traços humanos, o homem não é feito só de sucesso, temos o lado fracassado, o imperfeito.  A comédia mostra como o ser humano é imperfeito nos seus comportamentos.


[1] GECA- Grupo de Estudos da Comicidade do Ator.

[2] Projeto do curso de teatro com a Universidade Federal de Uberlândia, no Hospital das Clínicas.


Palavras-chave


Riso; Stand up; clown; comédia; transgressão

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/v12n36_artigo2

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1982-6672

DOI 10.23925/1982-6672