Redemocratização e desigualdades sociais segundo Cazuza e Renato Russo

Mario Luis Grangeia

Resumo


Estudo do valor documentário dos discursos de Cazuza e Renato Russo, cantores e letristas de destaque do rock brasileiro dos anos 80. A partir de suas letras e declarações à mídia, analisa-se em que medida eles refletem e incitam mudanças políticas e sociais na redemocratização do país. Inicialmente, revisam-se autores brasileiros e estrangeiros, como Antonio Candido e Geertz, para debater relações entre arte e sociedade e entre o rock e a transição democrática. Em seguida, são examinados aqueles registros com foco em duas questões: fim da ditadura e desigualdades sociais. Em ambos os temas, eles expressaram anseios e perplexidades da juventude da época, deixando como legado algumas crônicas de uma sociedade em mudanças.

Palavras-chave


Rock. Redemocratização. Relação arte-sociedade. Cazuza. Renato Russo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1982-6672

DOI 10.23925/1982-6672