O PECADO ORIGINAL: RAÍZES HISTÓRICO-TEOLÓGICAS DE UMA CONTROVÉRSIA

Dayvid da Silva

Resumo


Estuda-se neste pequeno artigo o confronto entre duas linhas de pensamento acerca do pecado de Adão e da Graça de Cristo, a saber: a heresia pelagiana e a resposta de Santo Agostinho a essa heresia. Num primeiro momento, vemos um pouco da doutrina pelagiana sobre o pecado original e sobre a graça e num segundo momento, trabalha-se a resposta agostiniana e, de forma sintética, podemos ver as origens de um dogma que fará com que Agostinho fique conhecido como o “inventor do pecado original”. Encontramos nesse estudo tanto o modo de entender do pelagianismo, quanto o desenvolvimento da questão no pensamento de Agostinho até chegar à necessidade da graça de Cristo para a restauração da natureza e da liberdade corrompidas pelo pecado de Adão.

Palavras-chave


Pecado original; graça de Cristo; natureza; liberdade

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19176/rct.v0i66.15492

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



ISSN Online 2317-4307 | Impresso (descontinuada) 0104-0529

A Revista de Cultura Teológica e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/culturateo. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/culturateo.


A Revista de Cultura Teológica está:

Associada a:

Indexada em:

  Google Acadêmico

Presença em Bibliotecas: