Atividade pastoral: alguns princípios éticos presentes no Documento de Aparecida

Tarcísio Justino Loro

Resumo


A atividade pastoral não pode ser concebida ao sabor de cada pastor. Existe um estatuto cujas raízes se encontram na vida do Pastor Jesus. Sua prática é sempre fonte de inspiração pastoral e modelo para todos os seus seguidores. Neste sentido alguns elementos não podem ser ignorados pelos agentes de pastoral. Dentre eles destacamos: pastoral em vista da esperança; o ser humano, fonte de inspiração pastoral: exaltação da dignidade humana; unidade e diversidade, dois eixos imprescindíveis para a pastoral madura; comunidade, espaço do crescimento humano; pastoral, expressão da alegria evangélica; o olhar amoroso de Deus para com os pobres. Estes elementos não esgotam outras características imprescindíveis, mas apontam para a renovação de uma prática pastoral, desejada pelo Documento de Aparecida.

Palavras-chave


Atividade pastoral; Princípios pastorais; Dignidade humana e pastoral

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19176/rct.v22i84.21643

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



ISSN Online 2317-4307 | Impresso (descontinuada) 0104-0529

A Revista de Cultura Teológica e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/culturateo. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/culturateo.


A Revista de Cultura Teológica está:

Associada a:

Indexada em:

  Google Acadêmico

Presença em Bibliotecas: