AS PERFORMANCES DISCURSIVO-IDENTITÁRIAS DE MULHERES NEGRAS EM UMA COMUNIDADE PARA NEGROS NA ORKUT

Glenda Cristina Valim de Melo, Luiz Paulo Moita Lopes

Resumo


Este artigo analisa performances identitárias de raça encenadas nos textos produzidos por negras em uma comunidade da Orkut. O estudo se embasa em concepções sobre os novos letramentos digitais e em teorias queer. Os dados foram gerados em uma comunidade da Orkut que discute temas sobre a população negra. Foram analisadas mensagens de um fórum para mulheres negras brasileiras. O arcabouço analítico é constituído pelos construtos alinhamento e enquadre, propostos por Goffman ([1979], 1998). Os resultados indicam que as performances identitárias das participantes são permeadas por sexualidade, gênero, raça, classe social e oscilam entre uma postura queer e performances essencializadas.


Palavras-chave


Mulheres Negras; Performances Identitárias; Teorias Queer; Orkut

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.1590/delta.v29i2.13083

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Revista Delta-Documentação e Estudos em Linguística Teórica e Aplicada ISSN 1678-460X